Frigoríficos se ajustam a queda na demanda por carnes e capacidade ociosa das indústrias passa de 5% para 40%

Com a redução no consumo de proteínas animais, as indústrias frigoríficas optaram por reduzir o volume de abate e algumas deram férias coletivas para os funcionários. Por outro lado, as exportações de carne estão ajudando as empresas a escoar a produção.

Saiba mais: https://mla.bs/1eb14816
Fonte: Notícias Agrícolas